SULFATOS
PARABENOS
SILICONES
ALUMINIO

_edited.jpg

Você sabe porque eles prejudicam a sua saúde, os seus fios e o couro cabeludo?

Muitos ingredientes utilizados nos cosméticos não tiveram tempo suficiente para serem testados quanto à sua toxicidade crônica a longo prazo. A própria indústria de cosméticos convencionais é impulsionada, principalmente, por margens de lucro que faz com que ela priorize o custo em detrimento da qualidade/saúde. Ingredientes baratos, que podem irritar a pele quando utilizados em quantidades suficientemente grandes, como é o caso do Lauril Sulfato de Sódio.

 

Os shampoos comerciais contêm agentes de limpeza que são verdadeiros detergentes e retiram dos cabelos seus próprios óleos de proteção, que, além de ressecar o couro cabeludo, deixam os fios opacos e sem vida. Com seus óleos naturais arrancados, você passa um condicionador com silicones, petrolatos e outros ingredientes nocivos, que simplesmente reveste os fios. Além disso, esses produtos químicos agressivos encontrados em produtos comerciais podem se acumular no couro cabeludo, obstruir os folículos e levar à queda de cabelo, caspa e deixar o couro cabeludo seco e com coceira.

SULFATOS: o Lauril sulfato de sódio é o agente de limpeza responsável por retirar oleosidade, produzir espuma, permitir a penetração da água na pele ou nos cabelos. Ele pode ser encontrado em diversos cosméticos, como shampoos, removedores de maquiagem, sais de banho e pastas de dentes. E são encontrados principalmente nos shampoos em altas concentrações, podendo causar irritação no couro cabeludo e desencadear reações alérgicas. Rumores sobre a possibilidade destes compostos serem carcinogênicos ainda não podem ser confirmados, devido à falta de comprovações científicas. 

ALUMINIO: o alumínio, presente em desodorantes antitranspirantes, atua fechando temporariamente o duto por onde o suor é liberado e isso interrompe o fluxo de suor para a superfície da pele, prejudicando o processo de eliminação natural das toxinas e a regulação térmica do nosso organismo.

Muitos estudos sugerem que os desodorantes à base de alumínio, que são frequentemente aplicados e deixados sobre a pele perto da mama, podem ser absorvidos e causar efeitos semelhantes ao estrogênio. Os efeitos tóxicos ao organismo em pequenas quantidades e cumulativamente, já teriam a capacidade de serem perigosos, - e ainda não se sabe qual a quantidade necessária para causar danos à saúde.

Por isso, optamos em oferecer produtos que não usem ingredientes potencialmente nocivos à nossa saúde. Apesar de existirem algumas contraposições, estudos alertam que a hipótese do alumínio ser uma substâncias nociva vem ganhando cada vez mais destaque em pesquisas. A preocupação tende a aumentar, pois a cada dia vemos mais estudos apontarem os danos que esses compostos estranhos ao nosso organismo podem causar.
Nosso alerta sobre o uso de cosméticos com substâncias consideradas tóxicas é que muitos ingredientes utilizados nos cosméticos não tiveram tempo suficiente para serem testados quanto à sua toxicidade a longo prazo. 

PETROLATOS: comuns em condicionadores e máscaras hidratantes, são responsáveis por causar um efeito de maciez nos fios, mas, isso acontece por conta da barreira superficial criada que, se usado de forma excessiva ou inadequada, acaba impedindo a reposição natural dos nutrientes.

CONSERVANTES: existe uma série de conservantes — como os parabenos, formaldeído e metilcloroisotiazolinona — que estão associados a estudos sobre seus efeitos em relação a alergias, irritações e, até mesmo, surgimento de câncer.

unnamed_edited_edited_edited.png

Beleza e saúde são

essenciais

20200306_224655[1].jpg